O que cada geração espera do trabalho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Chegámos a um ponto em que os nossos colegas de trabalho podem ter a mesma idade que os nosso filhos, ou que os nossos pais… dependendo da perspetiva. E se já nos jantares de família nem sempre é fácil conseguir que as opiniões sejam concordantes, em ambiente de trabalho pode ser ainda mais complicado. Mas porquê? O que difere da geração dos baby boomers e da geração X, para os Millennials no que respeita ao trabalho?

A resposta está no que cada geração espera do emprego e na forma como percecionamos o trabalho das outras gerações. Os mais velhos, baby boomers e geração X, procuram segurança, estabilidade e um vencimento adequado à função e senioridade. Investiram tempo e muito esforço na carreira para poderem chegar a casa, ter uma mesa composta onde se sentam para jantar com a família e, em altura de tal, querem poder aproveitar bem as férias.

Os mais novos, Millennials, procuram flexibilidade, inovação e possibilidade de crescimento. Querem que a vida laboral esteja em equilíbrio com a pessoal, não tornando o trabalho prioridade máxima – mas não lhe retirando importância. Esta geração chega a preferir salários mais baixos se isto corresponder a menos horas de trabalho e, por isso, maior disponibilidade para compromissos sociais. Daí que para estas gerações trabalhar a partir de casa ou mesmo o trabalho online sejam a realidade recorrente e desejada. Querem ainda sentir que fazem a diferença e que existe um propósito para o trabalho que desenvolvem.

Estas diferenças dão espaço para julgamentos rápidos por parte de uns, e de outros. Os baby boomers veem os mais novos como inconstantes, desatentos e até gananciosos porque parecem não se contentar com nada. Os mais novos veem as gerações anteriores como muito dedicadas ao trabalho, mas facilmente satisfeitas com isso e sem necessidade de aproveitar a vida para lá do emprego.

Para além disso, as diferentes gerações esperam também lideranças diferentes. Enquanto os baby boomers e geração X percecionam a hierarquização como necessária, preferem a comunicação presencial e esperam orientação dos seus superiores; os millennials não pensam assim no sistema organizacional e procuram inspiração, espaço para troca de ideias e estão habituados a ter diversos meios para comunicar, consequência também do trabalho online.

Daqui resulta um problema para todos os trabalhadores: ficarem indiferentes à aprendizagem que podiam trocar entre si. Os mais novos poderiam desfrutar da sabedoria que advém da experiência dos baby boomers e geração X. Enquanto os Millennials, que chegam carregados de novidades a cada dia são a melhor fonte de inovação para os mais velhos. As diferenças geracionais existem, é normal que causem algum desconforto mas devemos delas tirar o melhor proveito, até porque o trabalho em equipe continua a ser uma das melhores fontes de conhecimento e potenciador de produtividade.

Eduardo_Marques_Lopes
Eduardo Marques Lopes
Marketing & Communications Director

Preparado para te candidatares às ofertas de emprego que temos para ti?

logo_blackx300

Quero estar a par das novidades

A Multipessoal poderá utilizar a informação que partilhas para te contactar sobre novidades ou campanhas de marketing. Por favor, confirma o teu interesse:
Podes cancelar a subscrição da newsletter a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails. Para obteres informações sobre a nossa Política de Privacidade, visita o nosso website.

Usamos o Mailchimp como plataforma de marketing. Ao clicares abaixo para subscrever, a informação será transferida para o Mailchimp para processamento.
logo_blackx300

Estamos totalmente disponíveis para resolver qualquer questão, basta entrar em contacto connosco!