5 Passos eficazes para criar a marca pessoal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A criação de uma marca pessoal pode parecer tarefa árdua, para além de imperceptível ou pouco fundamentada no seu objetivo. No entanto, a necessidade da sua criação é óbvia quando se procura distinção no mercado de trabalho e é muito útil, por exemplo, para preparação de uma entrevista de emprego.

O CV original, as redes sociais atualizadas e apropriadas para o cargo a que te candidatas, e saberes estar e responder às questões que te colocam numa entrevista são pontos fundamentais, no entanto, há que marcar a diferença. Como? Criando uma marca pessoal, basicamente, sendo-se quem se é – e isto é a base para uma marca bem-sucedida.

1.     Ser genuíno

Não há duas pessoas iguais, por isso a genuinidade vai garantir-te originalidade. Para além disso, será sempre mais fácil gerires a tua marca se esta te for totalmente familiar. Ao criar currículo, devemos focar-nos nas melhores características e capacidades que temos, evitando divagar por elementos que sabemos serem interessantes – e que até gostaríamos de desenvolver – mas não são totalmente verdadeiros para nós ou ainda não são úteis para o trabalho que vamos desenvolver.

2.    Contar histórias

Todos gostamos de ouvir uma boa história. Com as respetivas personagens, contexto e cenários. Não há melhor forma de conseguir a atenção da audiência, seja ela de um recrutador enquanto lê o currículo de um candidato, durante uma entrevista de emprego, ou até das pessoas para quem fazes uma apresentação.

3.    Falhar

Se falhamos é porque estamos a tentar portanto, devemos aceitar cada falha como uma prova de que estamos a tentar algo novo. Para além disso, percebemos o que não resulta e podemos seguir outro caminho, tendo assim espaço para tomar uma decisão diferente na próxima vez.

4.    Criar um impacto positivo

Transmitir uma mensagem segura, em tom calmo e alegre. Devemos preferir palavras com conotação positiva, evitando o “não”. Este exercício deve ser feito desde que estamos a criar currículo, até às cartas de apresentação e recomendação, e especialmente no momento da entrevista.

5.    Ser consistente

Se todos os outros passos forem cumpridos, chegaremos aqui sem dificuldade. Sendo genuíno, todas as histórias que contarmos serão verdade, cresceremos com as falhas, e a coerência do discurso resultará num impacto positivo. Daqui, resulta a consistência que fomenta a credibilidade.

Mariana_Neto_Carmo
Mariana Neto Carmo
Marketing Analyst

Preparado para te candidatares às ofertas de emprego que temos para ti?

logo_blackx300

Quero estar a par das novidades

A Multipessoal poderá utilizar a informação que partilhas para te contactar sobre novidades ou campanhas de marketing. Por favor, confirma o teu interesse:
Podes cancelar a subscrição da newsletter a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails. Para obteres informações sobre a nossa Política de Privacidade, visita o nosso website.

Usamos o Mailchimp como plataforma de marketing. Ao clicares abaixo para subscrever, a informação será transferida para o Mailchimp para processamento.
logo_blackx300

Estamos totalmente disponíveis para resolver qualquer questão, basta entrar em contacto connosco!