Atitude certa: resiliência

5 de Julho de 2012

Atitude certa: resiliência

 Acredito que mais do que nos lamentarmos que hoje vivemos uma profunda crise global, devemos sim, ser criativos e ter a atitude certa para a ultrapassarmos com sucesso esta fase de maiores dificuldades. Para gestores e líderes empresarias das mais diferentes áreas de negócio, constitui um desafio diário, exigindo o desenvolvimento de um conjunto de capacidades e atitudes.

 

A opinião é comum e centra-se na capacidade: resiliência!

 

Resiliência é um conceito psicológico emprestado da Física, e define a capacidade de lidar com problemas, superar obstáculos e resistir à pressão de situações adversas. Alguns estudos revelam que a resiliência em organizações, trata-se de uma tomada de decisão quando alguém se depara com um contexto de tomada de decisão entre a tensão do ambiente e a vontade de vencer.

 

A situação actual e a incerteza que vivemos, onde a experiência de um passado recente não é exemplo, requerer que aos gestores e líderes desenvolvam uma enorme capacidade para resistir à pressão, tolerância à ambiguidade, análise rigorosa e cautelosa, bem como a coragem de tomar decisões mais difíceis (componente humana). O que diferencia será a forma como enfrentamos e superamos as adversidades.

 

A nossa cultura revela que somos um povo pessimista, com alguma tendência para não enfrentar as dificuldades e portanto desistimos facilmente, somos vencidos por outros e não demonstramos a nossa diferenciação, muitas vezes responsabilizando os outros pela nossa situação actual. Esta atitude de resiliência que falo, é muito importante para Portugal, para todos os profissionais que estão empregados e asseguram  as suas empresas, bem como para aqueles, que neste momento procuram uma nova oportunidade de emprego. Devemos avaliar as situações, reflectir e seguir em frente, desenvolvendo competências e capacidades, que nos levam a ultrapassar adversidades para atingir o sucesso.

 

Assistimos a uma selecção natural das empresas, que por um motivo ou por outro, não conseguiram ultrapassar as dificuldades. Contudo, acredito que numa empresa em que gestores e líderes tenham a capacidade de resiliência bastante desenvolvida, serão capazes de ultrapassar com bastante sucesso este momento adverso a que assistimos, e que permitirá ter a capacidade de rapidamente se ajustarem nos mais diversos mercados internacionais ou de segmento distintos, dada a coerência, clareza e tomada de decisão.

 

A vontade de vencer e de concretizar é fundamental para desenvolver esta capacidade. Se não acreditarmos que seremos capazes de vencer, não temos a capacidade de resiliência necessária para a situação actual.

 

O motor das empresas são as pessoas, é a criatividade com que lidamos com as situações, são as alternativas que apresentamos para sermos competitivos, é a vontade de ser os melhores, inovar e criar autenticidade e confiança nos outros. Hoje, somos postas à prova e testadas ao mais alto nível.

 

Com maior ou menor sucesso, os actuais gestores e líderes empresariais que desenvolveram a capacidade de resiliência, serão certamente melhores profissionais!

Service Trabalho Temporário Sourcing Outsourcing Training Consultoria, Formação e Eventos Msearch Recrutamento e Selecção Medical Outsourcing na área da Saúde Upgrade Outsourcing na área das TI Field Marketing